O vídeo empresarial está nos seus planos para 2018?

Autor: Cristian Amaral Data: 21/12/2017

Apostas no vídeo empresarial em 2018

À medida em que os negócios dependem cada vez mais dos vídeos para uma sempre crescente série de atividades fundamentais, a empresa inglesa de Tecnologia da Informação IT PRO realizou uma pesquisa para ver como os mercados estão se aproximando do vídeo empresarial. Nela, foram reunidas respostas de mais de 650 entrevistados de todo o mundo.

Os resultados do relatório State of Enterprise Video (Situação do Vídeo Empresarial) são claros. Parece que 2018 será o ano em que as empresas levarão a sério a integração do vídeo em suas operações diárias.

Os colaboradores já estão usando o vídeo massivamente ao longo do dia. Os comerciantes conhecem o seu valor há décadas, desde os primeiros dias da TV. Mas, com o aumento da eletrônica de consumo e a assimilação dos millennials (também conhecidos como Geração Y) no local de trabalho, o vídeo tornou-se uma ferramenta importante para todos os departamentos.

Seja fazendo uma rápida captura de tela de um produto ou de como executar um procedimento, assistir vídeos de treinamento ou entrar em uma videoconferência, os colaboradores usam uma grande variedade de ferramentas de vídeo para compartilhar e encontrar informações. Mas, embora as ferramentas comercialmente disponíveis tornem fácil o uso do vídeo, ele está rapidamente se tornando um pesadelo na perspectiva da gestão. O vídeo é distribuído em vários formatos e pastas, tornando quase impossível que o conteúdo seja compartilhado, monitorado, reutilizado ou armazenado de forma eficiente.

Integrando o vídeo empresarial no fluxo de trabalho diário

Não é surpreendente que mais de 85% dos funcionários entrevistados desejem que todas as plataformas de software corporativo sejam totalmente compatíveis com as capacidades de vídeo.

Para ser mais específico, 93% dos entrevistados de grandes empresas acreditam que o conteúdo de vídeo e os fluxos de trabalho devem ser integrados em seus sistemas de automação de CRM (Customer relationship management) e marketing. 89% querem o vídeo integrado em sistemas de gerenciamento de conteúdo, 77% em plataformas de negócios sociais e 90% em seus sistemas de gerenciamento de aprendizagem.

>>> Que tal um player de vídeo à prova de buffering? K2. adota o JW8!

Ao integrar o vídeo diretamente nas plataformas que usam todos os dias, as empresas esperam fazer do vídeo uma parte perfeita dos fluxos de trabalho diários. O vídeo integrado torna-se mais fácil de procurar e usar, enquanto reduz drasticamente os esforços duplicados e o espaço de armazenamento geral. Sendo assim, o vídeo tem a oportunidade de se tornar um tipo de dado nativo, tão onipresente e fácil de usar quanto um PDF.

Outra forma pela qual as organizações estão buscando mudar a maneira como gerenciam o vídeo é através da consolidação em uma solução gerenciada de forma mais central. Com tantas tecnologias relacionadas ao vídeo, torna-se impossível gerenciá-las todas. Nos últimos anos, as empresas relataram muitas vezes até cinco plataformas de vídeo diferentes em uso na mesma empresa, algumas mais de dez.

Agora, as empresas – especialmente as grandes – estão se movendo para reduzir esse número. Quando perguntado sobre os planos para consolidar seus vários sistemas de vídeo em poucas soluções geridas de forma centralizada, 33% das grandes empresas já se consolidaram ou estão no processo de fazê-lo, enquanto outros 32% planejam fazê-lo em breve. 67% das grandes organizações fazem isso construindo seu próprio portal de vídeos.

>>> Conheça as 7 principais métricas de uma plataforma de vídeos profissional

Por que o vídeo empresarial está mudando agora?

Já que o vídeo é uma ferramenta importante em muitas organizações há anos, por que chegamos a um ponto crítico? O fato é que o uso de vídeo cresce vertiginosamente, e rapidamente se tornará impossível de gerenciar para as organizações que não se planejaram antes.

Os entrevistados relataram que o uso de vídeo está aumentando rapidamente. 71% disseram que assistiram mais vídeos relacionados ao trabalho este ano do que no ano passado, ante 63% em 2016. Ainda mais impressionante, a criação ativa de vídeos pelos funcionários também está aumentando, com mais de metade (53%) de todos os entrevistados informando que suas organizações geraram mais conteúdo de vídeo em 2017 do que no ano passado.

Para o que eles estão usando todos esses vídeos? Tudo.

Alguns dos casos de uso mais populares incluíram brand awarenes (por exemplo, vídeos para sites, mídia social e publicidade, usado por 73% das empresas respondentes), aprendizagem / treinamento (89%), conteúdo gerado pelos funcionários (69%), comunicações internas (84%), transmissão de eventos públicos (46%) e transmissões internas ao vivo (60%).

Uma das constatações mais interessantes da pesquisa foi a quantidade de empresas que estão utilizando o vídeo para diferentes propósitos. Quase todas (93%) estão usando o vídeo para mais de um objetivo, seja interno ou externo. Mais de um quarto das grandes empresas estão lançando mão do audiovisual para 5 a 8 usos diferentes, e 10% de todas as empresas usam para mais de nove! Não é de admirar que as empresas desejem integrar o vídeo com mais força – quando tantos departamentos estão usando-o, faz sentido tentar reduzir o atrito e melhorar a integração interna o máximo possível.

O ROI (Return On Investment) do vídeo empresarial

Então, por que o vídeo está se tornando cada vez mais popular? Seria apenas pelo fato de que a geração do YouTube está entrando na maioridade? Os dados da pesquisa indicam que o vídeo tem benefícios reais para oferecer às empresas, além de apenas ser uma grande tendência. 98% dos profissionais entrevistados acreditam que o vídeo melhora a comunicação. 98% também viram o valor do uso de vídeo para treinamentos melhores e mais rápidos de colaboradores.

Outros motivos populares para usar o vídeo (todos citados por mais de 90% dos entrevistados) incluíram: capacitação de colaboradores para o compartilhamento de conhecimentos; tornar os executivos mais próximos e confiáveis; conectar profissionais geograficamente dispersos; celebrar a cultura corporativa; suavizar o processo de acolhimento para novos funcionários e aumentar a brand awareness e a geração de leads.

Ao olhar para o futuro, 94% concordaram com a declaração “o vídeo se tornará cada vez mais importante em todos os departamentos de uma organização”. Os entrevistados também tiveram a oportunidade de fazer seus próprios comentários sobre o futuro do vídeo para negócios, e um dos principais temas recorrentes era a constatação de que o vídeo está no caminho para a substituição dos textos. Um executivo de vendas de uma empresa norte-americana de médio porte previu que o “vídeo irá substituir o email e outras comunicações nos próximos 5-10 anos”.

Sua estratégia de vídeo em 2018

Com tanto impulso por trás do vídeo, a pressão é para que as empresas tornem o seu uso efetivo mais fácil para os colaboradores, agilizando os fluxos de trabalho e integrando-o como um tipo de dados nativos nas plataformas que o utilizam no dia-a-dia.

Assim como os PDFs revolucionaram a forma como os profissionais compartilham e armazenam informações, o vídeo está pronto para mudar a estrutura da comunicação. Mas, para aproveitar ao máximo esta revolução, é hora de se empenhar seriamente na construção das plataformas que habilitarão o seu verdadeiro potencial.

 

Confira abaixo nossos ebooks.

Você pode baixá-los gratuitamente e assim obter mais informações sobre como os vídeos podem lhe ajudar a alavancar o seus resultados pessoais e empresariais.

Inicie sua leitura agora!

Gostou do artigo? Fez sentido para você nosso conteúdo? Então curta e compartilhe nas redes sociais facebook e linkedin.

Ficou com alguma dúvida sobre algum aspecto que tratamos no texto? Quer deixar alguma contribuição para a nossa comunidade de leitores? Escreva seu comentário abaixo, teremos o maior prazer de conversar com você!

K2 Soluções em Comunicação Digital


Outros leitores gostaram destes artigos: